qualidade de vida no trabalho

Qualidade de vida no trabalho: porque equalizar vida pessoal e profissional deixa funcionários mais produtivos

Três em cada quatro profissionais afirmaram que alcançaram o tão sonhado equilíbrio entre vida pessoal e profissional, de acordo com estudo da empresa Deel divulgado pelo Jornal Nacional. O dado é animador, mas ainda há espaço para melhora, principalmente oferecendo mais qualidade de vida no trabalho, algo que impacta diretamente na produtividade do colaborador. Quer saber como e por que? Então não deixe de ler este post.

Por que a empresa deve se preocupar com esse equilíbrio entre vida pessoal e profissional?

Para muitas pessoas, a pandemia serviu como um momento de reflexão sobre a própria realidade no quesito vida pessoal e profissional. Muitas fizeram uma avaliação sincera sobre o tempo que dedicam a si mesma e às coisas, experiências e pessoas que são importantes para elas. Nesse movimento, alguns fizeram ajustes na rotina ou na carreira, enquanto outros mudaram radicalmente os rumos profissionais. Houve até recorde de pedidos de demissão. O cenário colocou muitos empregadores sob alerta.

Como a empresa pode proporcionar qualidade de vida no trabalho

A qualidade de vida no trabalho é diretamente impactada pelo ambiente corporativo no qual o colaborador está inserido. Afinal, é o bem-estar no contato com o trabalho o que permite que alguém desempenhe bem as atividades que lhe são demandadas sem prejuízos à sua saúde mental, física e emocional. Assim, o profissional entrega à empresa não apenas o seu tempo, mas também a sua dedicação, fidelidade e produtividade. Nesse sentido, é fundamental que a companhia lhe ofereça:

  • atenção à sobrecarga de trabalho para que o profissional possa dividir melhor o seu tempo entre vida pessoal e profissional;
  • remuneração compatível com a oferecida pelo mercado;
  • flexibilidade no horário e/ou no modelo de trabalho;
  • reconhecimento aos profissionais de destaque;
  • estrutura física e tecnológica adequada;
  • pacote de benefícios diferenciados;
  • ambiente diverso e inclusivo; e
  • bom clima organizacional.

A importância de valorizar o período de descanso em prol da qualidade de vida no trabalho

As organizações mais maduras, competitivas e desenvolvidas já entenderam que tão importante quanto trabalhar bem é ter um descanso de qualidade. Isso porque, nessas companhias, existe o entendimento de que voltam para o trabalho mais criativas as pessoas que têm tempo para elas mesmas e para as suas próprias paixões, ou seja, com um equilíbrio saudável entre vida pessoal e profissional.

Por conta disso, muitas organizações têm incentivado profissionais de todos os níveis hierárquicos a programarem períodos de descanso, seja nas férias ou aos finais de semana. Fazem isso, não apenas por meio de ações de conscientização, mas também pela inclusão de créditos para viagem no pacote de benefícios. Essa oferta diferenciada, além de incentivar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional do colaborador, ainda funciona como uma ferramenta para reduzir o turnover e atrair e reter talentos.

Investir preventivamente no bem-estar físico, mental e emocional do seu colaborador, sem dúvida é muito mais eficiente, econômico e simples do que promover ações emergenciais para recuperar o seu melhor nível de produtividade e engajamento. Nós sabemos como proporcionar saúde mental para os funcionários do seu negócio. Vamos conversar?

Facebook
Twitter
LinkedIn