feedback

Feedback: sua empresa sabe aplicá-lo?

A qualidade do trabalho dos colaboradores é peça vital para o sucesso de uma organização. Porém, para que eles operem em seu melhor potencial, é fundamental que saibam onde estão, onde podem ou precisam chegar e qual caminho precisam percorrer para alcançar esses objetivos. E a construção dessa jornada fica mais fácil e possível quando a organização tem uma cultura de feedback. Quer saber por que e como? Então não deixe de ler esse post.

O que é feedback?

Na tradução para o português, a palavra feedback significa retorno. Dentro do mundo corporativo, trata-se de uma ferramenta de comunicação utilizada para dar ao outro um retorno de informações sobre a situação ou o desempenho de algo ou alguém no contexto da empresa. Líderes, por exemplo, utilizam as conversas de feedback de avaliação para sinalizar aos profissionais se eles estão seguindo o caminho esperado pela companhia.

Cinco boas práticas de um feedback de avaliação eficiente

Para que o feedback de avaliação seja eficiente, é fundamental que o líder observe, pelo menos, cinco fatores:

1. Defina o motivo

A conversa de feedback de avaliação é ideal para pontuar algo que não vai bem na rotina ou nos resultados do profissional. Mas esse encontro também pode ser o momento ideal para parabenizar e agradecer alguém.

2. Escolha o momento

Desde que não seja motivo para desmerecer outras pessoas, não há problemas em fazer elogios em público. Mas prefira sempre fazer observações mais delicadas ou correções de rota em reuniões reservadas.

3. Tenha atenção à frequência

As avaliações anuais são muito importantes. Porém, as conversas entre líderes e liderados não devem se limitar a esses encontros. Sempre que identificar a necessidade de fazer um apontamento importante no comportamento, na conduta ou no desempenho de um liderado, o gestor deve chamar essa pessoa para conversar.

4. Ajuste o tom da conversa

A conversa deve ser clara e objetiva, porém sem deixar de lado a gentileza. É, ainda, fundamental que o bate-papo tenha como base fatos e dados concretos, longe de qualquer suposição ou ataques pessoais, ou seja, o foco deve ser o trabalho, respeitando a individualidade e diversidade. Para isso, ao tecer críticas, faça comentários construtivos, sugerindo caminhos de melhoria.

5. Estimule o diálogo

A conversa será sempre mais produtiva quando, ao final do diálogo, o gestor abrir espaço para que o liderado se manifeste. É muito importante, por exemplo, tentar entender a opinião dele sobre o que foi dito ou se teria feito algo diferente com relação à situação apresentada. Essa extensão do diálogo é, inclusive, uma excelente oportunidade para que o liderado faça uma autoavaliação enquanto o líder valida ou não suas próprias percepções. Todos ganham.

Cinco benefícios do feedback de avaliação para os colaboradores

Um líder ou uma organização que apoia a cultura de feedback, de imediato, já se destaca diante dos candidatos e colaboradores pelo interesse genuíno no bem-estar da equipe. Isso porque, quando bem estruturado e implementado, o feedback tende a ajudar o colaborador a:

  1. identificar competências necessárias para o desenvolvimento pessoal e profissional;
  2. contribuir com os objetivos do negócio de uma maneira mais significativa;
  3. trabalhar de forma mais engajada, eficiente e produtiva;
  4. se conhecer melhor por meio da perspectiva do outro; e
  5. reconhecer suas forças e pontos de melhoria.

Sete vantagens da cultura de feedback para a empresa

Não são apenas os profissionais que se beneficiam com a cultura de feedback de avaliação. Afinal, quando os colaboradores sabem onde estão, onde precisam ou podem chegar e quais são os caminhos para alcançar esses objetivos, a organização tende a ganhar com:

  1. uma equipe mais alinhada às necessidades e estratégias do negócio;
  2. aumento de troca de informações entre os times;
  3. sondar como anda a saúde mental da equipe;
  4. mais transparência nas relações de trabalho;
  5. redução do absenteísmo e do turnover;
  6. mapear a qualidade de vida no trabalho;
  7. mais eficiência na operação.

Sob a perspectiva da atração e retenção de talentos, a cultura de feedback de avaliação é tão importante quanto pacotes de benefícios diferenciados, planos de carreira e desenvolvimento ou salários atrativos. Principalmente considerando que cada profissional chega à companhia com desejos, necessidades e expectativas particulares.

Nós sabemos como ajudar o seu negócio a modernizar as ações do RH. Vamos conversar?

Facebook
Twitter
LinkedIn